Mundo

Primeira imagem da variante ômicron revela mais que o dobro de mutações que a delta

Reprodução

A primeira imagem da variante ômicron do coronavírus revelou mais que o dobro de mutações que a da variante delta. Veja no modelo acima.

A representação computadorizada desta nova cepa foi feita por pesquisadores do hospital Bambino Gesù de Roma, na Itália, que disseram ainda ser cedo para tirar conclusões.

A variante ômicron – também chamada B.1.1529 – foi identificada pela primeira vez na África do Sul, pelo sistema de vigilância das autoridades sanitárias do país.

No modelo divulgado pelo hospital italiano – que destaca a proteína S (spike) – é possível notar uma maior concentração de mutações (os pontos vermelhos, com maior variabilidade, e a área cinza onde não há variação).

A proteína S é a que forma a “coroa” do vírus, e funciona como “chave” na hora de se acoplar às células humanas para sua replicação e infecção – é nela que muitas vacinas agem.

Ainda é cedo para conclusões

Os pesquisadores do hospital Bambino Gesù disseram, em um comunicado, que o modelo tridimensional revela “muito mais mutações” na ômicron, mas que ainda é cedo para tirar conclusões.

“[Ter mais mutações] não quer dizer automaticamente que são mais perigosas, diz simplesmente que o vírus se adaptou mais uma vez à espécie humana gerando outra variante”, disseram em nota.

“Outros estudos nos dirão se essa adaptação é neutra, menos ou mais perigosa”, afirmaram os pesquisadores.

A imagem foi feita a partir do sequenciamento da nova variante que foi compartilhado com a comunidade científica.

Os dados que serviram de base para a modelagem foram majoritariamente produzidos por pesquisadores de Botsuana, África do Sul e Hong Kong.

Fonte: G1

Compartilhar

Últimas Notícias

Mundo

Bezerro nasce com duas cabeças no nordeste da Índia

22/01/2022

Um bezerro com duas cabeças nasceu no último sábado (15) recentemente, numa fazenda no distrito de Gomati, na Índia. Ele tem uma condição médica chamada policefalia, ou seja, possui crânios fundidos,...

Mundo

Moderna desenvolve vacina única contra gripe e covid

18/01/2022

A Moderna avalia que poderá lançar uma vacina conjunta contra a covid-19, influenza e vírus sincicial respiratório (responsável pela maioria dos casos de infeções do sistema respiratório) até o final de...